As técnicas tradicionais de investimentos oferecidas “vendem” o meio rápido para as pessoas se tornarem milionárias, sendo quase tão enganadoras como a mentira do jogo “Euromilhões”, gerido pela Santa Casa da Misericórdia de Lisboa.

As técnicas tradicionais de investimento oferecem sempre uma rentabilidade elevada, muitas vezes superior a 20%, dando a falsa esperança de se ficar milionário rapidamente. Porém, a ilusão de se ganhar sem risco 5%, ou mais, todos os meses, perde-se quando se percebe que os danos chegam aos 30% ou mais, quando os investidores percebem que são meros servos do dinheiro. Ninguém investe dinheiro para obter mais dinheiro, para guardar dinheiro (tipo tio patinhas), mas para poder viajar pelo mundo todo, para se alimentar melhor e praticar hábitos mais saudáveis e passar mais tempo com as pessoas que realmente ama. Porém, com muita pena minha, vejo que a maioria das pessoas que se denomina “investidor” é, na verdade, especulador, que encara o mercado financeiro mais como um grande jogo do que como um método viável e sensato de obter remuneração para o seu capital. Essa filosofia de rápido enriquecimento e o pensamento de que a bolsa é um lugar para especulação, é alimentada por diversos agentes do mercado, que possuem interesse direto em fazer o investidor acreditar que esse é o único caminho a seguir para ganhar dinheiro. Day trade, foco no curto prazo, operações com alta frequência e alta rotatividade, alavancagem, entre outras, são vendidas como o caminho mais curto para as pessoas se tornarem o próximo milionário... Infelizmente, essa é a porta de entrada larga, por onde a maioria é atraída para o mercado, apenas para servir de alimento para as camadas mais altas da “cadeia alimentar”. Entretanto, o mercado evoluiu oferecendo a oportunidade de os investidores integrarem sistemas eletrónicos descentralizados onde poderão inserir, com enorme segurança, diversos registos criptográficos: dinheiro, bens e propriedades, trabalho, votos, etc. É o Metaverso da coisa onde, com um avatar pessoal, se cria uma vida imutável e segura. Será? É a grande dúvida do presente, que encoraja os mais corajosos. Uma coisa é certa: as blockchains são controladas por um “livro-razão” que mantém todos os registos de todas as transações efetuadas (desde 03/01/2009), de forma segura, cronológica, permanente e constante, não sendo permitido manipular informação. Segundo dizem os especialistas, ao contrário do sistema financeiro tradicional, numa “cadeia de blocos” é impossível branquear dinheiro, pois cada movimento e identificação do operador (endereço digital), registados num dado bloco, é a soma dos blocos anteriores (explorer.btc.com). Nos últimos tempos, tem-se  falado muito dos ativos digitais (como a ethereum) que poderão ser transacionados entre duas pessoas, sem necessidade de uma terceira (intermediários), a custos muito reduzidos, pois, ao contrário de outros sistemas (fotocópia, impressão), este não permite a duplicação, sabendo-se quantas moedas foram criadas e, por isso, protegendo-se os “direitos de autor” e garantindo que a transação x seja única. Apesar do risco, o princípio da escassez e da utilidade (as moedas digitais estão a ajudar milhares de pessoas, que não tinham acesso à banca, a ter liquidez), permitem dar valor a estas moedas. Todavia, uma coisa é certa: nem tudo que é apresentado tem valor real no caminho da construção de uma riqueza sólida e crescente, pois a maior parte das informações levam-nos por caminhos duros. No entanto, após percebermos um pouco acerca das diversas estratégias de investimentos tradicionais, de saber que a alocação de ativos, por exemplo, é a melhor estratégia, será necessário identificar as nossas necessidades. Ou seja: quanto poderemos investir em cada ativo de acordo com a sua tolerância ao risco, às metas e ao horizonte do tempo? Do nosso tempo?

 

Luís Lopes

Consultor Financeiro há mais de 30 anos.

Especialista em Planos Financeiros de Proteção e Poupança.


Rua Abílio Mendes, 14 - A, 1500 - 458 Lisboa
Tlm: +351 966 272 400
Email: luis.lopes@anytime-consulting.pt

 

 

Top
Usamos cookies para melhorar nosso site. Ao continuar a usar este website, você está dando o consentimento para que os cookies sejam usados More details…